Mês(s): dezembro 2017

dez26

Tópicos relacionados a amor e relacionamento costumam estar naquela famosa listinha de metas para o Ano Novo e, pensando nisso nós separamos dicas do que fazer para dar aquela apimentada na vida amorosa e sexual

Pois é, 2018 está batendo à nossa porta. Sendo assim, este é aquele momento em que as pessoas ficam reflexivas, pensam em tudo o que fizeram ou deixaram de fazer durante o ano que está prestes a ir embora e, é claro, traçam metas para o ano seguinte. E, tanto para as pessoas solteiras quanto para as que estão em relacionamentos, as metas envolvem amor, romance e prazer.

 

Se ter mais prazer é uma das suas metas para 2018, há algumas coisas que podem te ajudar
Pixabay/Creative Commons

Se ter mais prazer é uma das suas metas para 2018, há algumas coisas que podem te ajudar

1. Faça uma viagem em casal…

Que a falta de tempo e a rotina mega atribulada são um problema generalizado da atualidade, todos sabemos. Conciliar o trabalho com a rotina dos filhos e a vida amorosa não é uma tarefa muito fácil, mas dar uma escapada em casal – mesmo que apenas para um final de semana – pode dar aquele “up” que sua vida sexual está precisando.

De acordo com especialistas, viajar simboliza o ato de deixar os problemas para trás, o que faz os parceiros ficarem mais focados um no outro. Se vocês tiverem a oportunidade de fazer uma grande viagem e seguir um roteiro bem romântico, ótimo. Se não, fazer um bate-volta rápido também ajuda e será muito divertido!

2. … Ou tenha um amor de férias!

Não, amor de verão não é algo que acontece apenas em filmes de comédia romântica. Seu relacionamento acabou? Você já cansou de fazer os mesmos programas com as mesmas pessoas de sempre? Se houver a oportunidade, viaje – ou sem ninguém, ou com uma pessoa que esteja na mesma “vibe” que você –, deixe as preocupações em casa e viva um amor de férias. Você pode tanto acabar conhecendo o amor da sua vida quanto vivendo uma experiência incrível da qual se lembrará com carinho durante muito tempo.

3. Faça sexo em um local inusitado

É comum que aquele fogo que faz as pessoas ficarem excitadas a ponto de fazerem sexo onde estiverem acabe após algum tempo de relacionamento, então que tal tentar reascendê-lo? Para isso, experimente fazer um desafio: passar algumas semanas sem transar na cama. Vocês podem ir para o carro, para o banheiro (incluindo dentro do box), para a lavanderia, para a cozinha ou até para um motel bem divertido, desde que fujam da mesmice.

4. Teste brinquedos eróticos (com e sem companhia)

Se engana quem pensa que brinquedos eróticos só devem ser usados sem o parceiro ou a parceira. Sim, eles são ótimos para momentos mais íntimos como o da masturbação, mas, levando em consideração a variedade de “sex toys” no mercado, eles também são uma boa pedida para quem busca mais prazer em casal.

Você pode começar com coisas pequenas, como o anel peniano . Ele costuma ser bastante elástico e deve ficar em torno da base do pênis, com o objetivo de retardar a ejaculação e fazer com que o sexo dure mais tempo. Porém, apesar de a função “principal” ser essa, dependendo da posição escolhida pelo casal, o vibrador presente no brinquedinho estimula muito bem o clitóris.

E, é claro, não há problema algum em adquirir um acessório desse tipo  e utilizá-lo sem companhia. Essa é uma ótima forma de entender melhor o corpo, os desejos e ainda descobrir novas formas de sentir prazer. Além de vibradores e consolos, também há outros tipos de acessórios, como algemas, vendas, géis de massagem e até substâncias comestíveis. Algumas desses itens podem deixar o sexo mais confortável e até te fazer descobrir um fetiche!

5. Dê uma chance para o sexo casual

Esta é para os solteiros: fazer sexo com uma pessoas especial por quem temos sentimentos é realmente uma experiência e tanto, mas saiba que o sexo casual também pode ser algo incrível. Claro que ter aquela noite maluca debaixo do edredom com um amigo, um conhecido ou até um completo desconhecido pode, sim, render algumas situações constrangedoras, mas permite que você conheça outros toques e ainda satisfaça seus desejos sem precisar necessariamente se relacionar com a pessoa novamente (principalmente se for ruim, né?).

Além disso, de acordo com um estudo publicado em maio deste ano , a prática do sexo casual está relacionada a níveis menores de estresse e ansiedade, além de ser capaz de dar um “up” na autoestima das pessoas. Sendo assim, se pintar uma oportunidade dessas e 2018 e der vontade, nada de refrear seus desejos. Você pode até encontrar o novo amor que estava procurando!

6. Arrisque um “sexting”

Para os mais envergonhados, isso pode ser um desafio, mas o “sexting” (ou seja, troca de mensagens “calientes” entre os parceiros) pode ajudar um bocado a apimentar a vida sexual. Vocês marcaram de se encontrar à noite? Pela manhã, você já pode mandar uma mensagem sugestiva, seja ela uma simples foto ou uma brincadeirinha mais picante. Se vocês já são casados, você pode surpreender o parceiro ou parceira com uma dica do que pretende fazer quando ambos estiverem em casa após o trabalho. Dessa forma, quando o encontro acontecer, vocês estarão transbordando de vontade.

7. Aprenda a dizer “não”

O sexo (e, consequentemente, o prazer) tem muita relação com o consenso. Nenhuma prática sexual pode ocorrer contra a vontade de uma pessoa, então nada de inventar desculpas para quando o parceiro ou parceira quiser transar e você não estiver com vontade, e nem pense em se forçar a participar de algum ato sexual com o qual não se sente confortável só para satisfazer alguém. Não querer fazer sexo já é motivo suficiente e a outra pessoa precisa entender qual é o significado da palavra “não”.

 

Fonte: Delas – iG @ http://delas.ig.com.br/amoresexo/2017-12-26/prazer-ano-novo.html /  Por iG Delas

 

 

dez18

Você ainda mantém as fotos que tirou com seu ex namorado nas redes sociais? Talvez essa pode não ser a melhor forma de superar o fim da relação

Quem nunca apagou todas as fotos com o ex das redes sociais depois do término? O cantor The Weeknd, por exemplo, excluiu todas as pistas de que teve um relacionamento com Selena Gomes de seu Instagram. Ao mesmo tempo, ela parou de seguir o ex nas redes sociais. E se você acha que isso faz parte do drama, os pesquisadores de duas universidades americanas mostram que não é bem assim.

Reprodução/Instagram

Selena Gomez e The Weekdn são o exemplo de casal que excluiu as fotos com o ex das redes sociais depois do término

1. Olhar para as fotos pode fazer você esquecer o motivo do término

De acordo com Fox, a parte mais difícil de estar nas mídias sociais é que todo o relacionamento se torna muito público durante o tempo que o casal está junto, até mesmo as situações que deveriam ser privadas. “Tudo o que você faz será analisado ou interpretado por pessoas de maneiras diferentes”, afirma.

Assim, não apagar as fotos das redes pode levar a um “maior sofrimento sobre a separação, mais sentimentos negativos, mais desejo sexual, mais saudade do ex e menor crescimento pessoal “. E mesmo que você tenha parado de seguir a pessoa em todas as plataformas, manter essa memória em destaque não te faz nenhum favor — mesmo que o filtro da foto esteja perfeito e a imagem deixe seu feed perfeitamente sintonizado.

“Você tem um maior desejo de estar de volta no relacionamento porque está olhando os melhores momentos”, diz o pesquisador. “Você está obtendo essa visão ‘cor rosa’ de como era seu relacionamento, e se você estiver constantemente se lembrando disso, será mais difícil seguir em frente.”

2. Isso obriga você a lembrar o quanto todos os outros também amaram vocês como um casal

Sim, aquela foto da viagem que você e seu ex fizeram pode até ser mais popular do Instagram, mas isso não significa que ela tenha que ficar à mostra. A pesquisa afirma que, mesmo que seja difícil evitar que outras pessoas tenham lembranças do seu relacionamento, isso não é positivo para você ou para eles.

“Ver os comentários e curtidas de amigos, da família do seu parceiro, ou de pessoas que você nem sabia antes de conhecer seu então namorado também pode ser realmente estressantes na sequência de uma ruptura”, explica o professor.

3. Futuros parceiros podem sentir que você ainda tem sentimentos pelo ex

De acordo com Fox, quando você mantém fotos de um relacionamento antigo, isso fica bastante visível para os potenciais futuros parceiros. Mesmo que a ruptura tenha sido há muito tempo e a decisão de acabar tenha sido de ambas as partes, seu novo crush pode se preocupar quando vir fotos de você e seu ex publicadas há apenas alguns meses.

4. Isso torna muito fácil se render à tentação de vasculhar a vida do ex

Mesmo se você não segue mais seu ex no Instagram para se poupar das atualizações inesperadas sobre as novidades na vida dele, lembre-se que ele está apenas a um clique de distância. Se vocês ainda estiverem marcados nas fotos um do outro, fica ainda mais fácil e tentador clicar para ficar sabendo de tudo que está acontecendo na vida dele recentemente.

“É facilmente acessível, ainda mais de você sai e bebe dois copos de vinho no happy hour e toda informação está bem na sua mão, a qualquer momento”. Assim, o pesquisador recomenda tomar o passo extra de excluir temporariamente os aplicativos de redes sociais do celular depois do rompimento. O trabalho de organizar tudo de novo pode ser recompensador. “Você deverá reinstalar os aplicativos, entrar, lembrar sua senha e, no momento que concluir todas s etapas, espero que tenha processado o rompimento e adquirido um pouco de consciência sobre a situação.”

Por enquanto, se ainda estiver em dúvida sobre o que fazer, é mais fácil apenas bloquear o ex em todas as redes sociais

5. Se o seu ex é uma pessoa legal, ele vai entender o motivo de você fazer isso

Se o seu ex é capaz de ter uma empatia básica, ele não vai priorizar a aparência do relacionamento passado sobre suas necessidades emocionais. “Tenha uma conversa sobre isso, talvez seja melhor parar de se seguir o outro por um tempo. E então, quando você superar o término e não estiver mais ruminando o relacionamento, pode fazer essa conexão novamente.”

E se o seu ex é o tipo de pessoa que poderia mostrar seu perfil para todos os amigos e se vangloriar sobre como você deve estar chorando por ele porque excluiu as fotos: parabéns, você desviou de um tiro. Mais um motivo para remover tudo o que tiver a ver com ele de seu telefone e da sua vida.

6. Não há nenhuma boa razão para não

Se você acha que pode querer olhar as fotos novamente algum dia, você sempre pode salvá-las em um pen drive ou em alguma pasta no computador e esquecer delas por um tempo. “Não é que ele necessariamente tenha que desaparecer, você só precisa dele fora da sua linha de visão todos os dias se quer superar o fim do relacionamento”, explica o professor.

Ao escolher manter as fotos com o ex em seu perfil — algo que você sabe que vai verifica várias vezes ao dia — está escolhendo também parar no tempo.  Apenas siga em frente!

Fonte: Delas – iG @ http://delas.ig.com.br/amoresexo/2017-12-17/fotos-ex-redes-socias.html /Foto: Reprodução/Instagram

 

dez13

Sinal verde:

Ginseng vermelho

O ginseng, como você deve saber, é um popular ingrediente da medicina tradicional chinesa que geralmente é indicado para tratar a fatiga, melhorar a memória e aliviar os sintomas da menopausa, por exemplo. Mas estudos revelaram que uma variedade específica dessa erva medicinal — o ginseng vermelho — pode oferecer efeitos positivos sobre a libido, os níveis de testosterona e a saúde dos espermatozoides.

Pimenta

A pimenta, em especial o chili, é um fruto rico em uma substância chamada capsaicina. Pois esse composto é capaz de estimular a liberação de endorfinas pelo cérebro — neurotransmissores associados à sensação de bem-estar, melhora da autoestima e redução da ansiedade, assim como dos sentimentos de euforia e prazer. Ademais, as endorfinas ajudam a aumentar a resistência física e a concentração, bem como a melhorar a vida sexual, portanto, não tema na hora de “apimentar” as coisas antes de… você sabe!

Melancia

Além de ser pouco calórica, a melancia é rica em fibras e água. Mas a fruta também tem alto conteúdo de licopeno, citrulina e betacaroteno, que são substâncias que ajudam a relaxar os vasos sanguíneos e promover uma melhor circulação, consequentemente, favorecem o desempenho sexual.

Morangos

Os morangos são ricos em antioxidantes que podem ser benéficos para a saúde do coração e das artérias. Além disso, esses frutos são fontes de vitamina C que, segundo vários estudos, pode aumentar a contagem de esperma. Harmonize os morangos com chocolate meio amargo — que é rico em substâncias estimulantes —, e você terá a combinação perfeita para o amor.

Amêndoas

Esses apreciados frutos secos são ricos em selênio, vitamina E e zinco, que são substâncias importantes para a saúde sexual e a reprodução. Enquanto a primeira tem ação sobre a fertilidade, a segunda tem efeito benéfico sobre o coração e a circulação. Já o zinco especificamente auxilia na produção de hormônios masculinos e na melhora da libido.

Sinal vermelho:

Bebidas alcóolicas

Apesar de muitos casais curtirem bebericar um belo vinhozinho tinto antes de se ocuparem com coisas mais interessantes, a verdade é que a bebida deve ser consumida em moderação nesses momentos, uma vez que mesmo quantidades limitadas — entre uma ou duas taças — já são suficientes para prejudicar o desempenho sexual. Aliás, as bebidas alcóolicas em geral tem efeito negativo sobre a vida sexual.

Frituras

As frituras geralmente são ricas em gorduras saturadas — um tipo prejudicial que, com o tempo, pode resultar em acúmulos em veias e artérias e afetar o funcionamento do coração e dificultar a circulação sanguínea, o que não é nada bom para o desempenho na hora do rala e rola. Além disso, o consumo de alimentos fritos pode aumentar o risco de surgimento do diabetes, outra condição que pode afetar a vida sexual de homens e mulheres.

Carne vermelha

Apesar de um belo bifão ser fonte de proteína e zinco, a carne vermelha tende a ser rica em gorduras saturadas e colesterol. Pessoas que comem grandes quantidades desse alimento são mais propensas a desenvolver problemas como hipertensão, diabetes e doenças coronarianas, que são condições que, como todos sabem, podem afetar a função sexual.

Pipoca

Um filminho em casa com o amor combina com pipoca, não é mesmo? Mas se vocês estiverem pensando em estender a sessão de cinema para algo mais… prazeroso, é melhor deixar o petisco para lá, especialmente os que estouramos no micro-ondas. Isso porque eles são ricos em compostos como o ácido perfluorooctanóico — que pode ter efeito negativo sobre a libido e já foi associado com o desenvolvimento de problemas na próstata.

Soja

Apesar de ser rica em potássio, cálcio, magnésio, fósforo, cobre e zinco, assim como de algumas vitaminas do complexo B, em vitamina C e de conter isoflavona, pesquisadores do País de Gales descobriram que o consumo de soja pode reduzir os níveis de testosterona e, consequentemente, diminuir o apetite sexual de homens e também mulheres.

Fonte: https://www.megacurioso.com.br/saude-bem-estar/104046-veja-que-alimentos-voce-deve-consumir-ou-evitar-antes-do-rala-e-rola.htm  / Foto: Istock

dez11

Conheça os benefícios da ginástica íntima

Lu Riva dificilmente teria entrado em contato com o pompoarismo se não fosse através de uma infecção urinária intermitente. A prática, ainda mal vista por muitas pessoas, não só melhorou a saúde de Lu como revolucionou sua vida sexual e profissional: além de feliz na cama, a ex-bancária toca uma das primeiras escolas em São Paulo dedicadas ao pompoarismo.

“Quando as pessoas conseguem entender que o pompoar é um exercício físico, que traz vários benefícios à saúde e também à vida sexual, que se trata de valorização do feminino e que toda mulher deveria aprender, percebem o quanto essa técnica é rica.”, explica a especialista sobre como o olhar tanto das mulheres como dos homens tem mudado em relação ao pompoarismo.

Ainda discute-se bastante sobre a origem da técnica, mas a ginástica íntima começou a ser assunto quando o Dr. Arnold Kegel desenvolveu, na década de 40, vários exercícios voltados à musculatura genital feminina. Desde então, a saúde e vida sexual de muitas mulheres e casais tem mudado e a “ginástica do prazer” se popularizou.

Da recuperação pós-parto até orgasmos mais intensos, leia a seguir 4 razões pelas quais você já deveria ter começado a praticar o pompoarismo!

1. O pompoarismo vai melhorar sua saúde

“Eu tinha muitas crises de infecção urinária, foi então que pesquisando descobri que é cientificamente comprovado que o pompoar ajuda mulheres que têm incontinência urinaria, apesar de não ser meu caso, Comecei a treinar e estudar vários livros sobre pompoar, e quando não sabia direito como fazer o exercício marcava consulta médica, para tirar dúvida.”, conta a expert em pompoarismo, Lu Riva.

Além de serem benéficos para quem sofre com cistites e incontinência urinária, os exercícios do pompoarismo são ideais também para as gestantes, facilitando a abertura do canal para o parto e na recuperação da musculatura genital depois do nascimento do bebê. Quem sofre de infecções genitais reincidentes também sentirá diferença na saúde depois da prática do pompoarismo.

2. Você pode revolucionar sua vida sexual

Um assoalho pélvico forte é garantia de mais prazer tanto para você como para o seu parceiropompoarismo se concentra em desenvolver a musculatura dos três anéis vaginais, que quando fortalecidos, podem gerar orgasmos históricos para o casal.

Assim funcionam os exercícios sexuais, para quem está em um estágio mais avançado do pompoarismo: apenas com a musculatura dos anéis vaginais a mulher pode simular o efeito do sexo oral no homem (“sugar”) ou “estrangular” — técnica que consiste em apertar o pênis do parceiro no momento da ejaculação garantindo um orgasmo mais longo.

 

3. Você pode começar a fazer pompoarismo em casa

Preguiça ou falta de tempo não são desculpas para não começar já a fazer sua ginástica vaginal. Você pode fazê-la em qualquer momento do dia, em casa, no trabalho, no metrô e até sentada!

A especialista em pompoarismo Lu Riva passou as dicas para quem quer começar a praticar o pompoar now:

1) “Para achar primeiro anel: a mulher deve se sentar na cadeira, em cima de sua mão. Ela vai se concentrar na entrada da vagina, então ela vai tirar o ar tentando contrair a entrada da vagina. O exercício estará correto se ela sentir o períneo (músculo que divide a vagina do ânus) movendo em sua mão.”
2) “Segundo anel: fique em pé com as pernas um pouco abertas, com a bexiga vazia, faça um movimento como se estivesse segurando a urina. O movimento estará correto se você sentir o clitóris mexendo sutilmente.”
3) “O terceiro anel: deite-se de costas e relaxada. O terceiro anel fica no pé da barriga, onde fica a marca da cesárea ou para quem não fez cesárea, no pé da barriga. Tire todo o ar dessa região. Aí estará o terceiro anel.”Para quem quer começar usando os brinquedinhos, Lu Riva dá as dicas:

“O colar tailandês é ótimo pois ele ajuda a aluna a desenvolver a coordenação entre os anéis vaginais. O ben wa (duas bolinhas com peso) desenvolve a força, e o vibrador específico para o treino desenvolve o músculo e a velocidade dos movimentos.”

4. Aumente a sua libido

Quem acha que o pompoarismo só entra em ação na hora do ato sexual, pense de novo. Os exercícios também estimulam a consciência corporal e criam uma ligação mental maior com os órgãos genitais, fazendo com que a mulher consiga controlar sua libido a partir da contração e descontração da musculatura da região pélvica.

A ginástica do pompoarismo estimula a área genital e gera maior fluxo sanguíneo na região, estimulando o órgão fazendo você entrar no clima quando quiser.

Fonte: http://www.taofeminino.com.br/sexo/pompoarismo-s2315050.html / Por  Fernanda Guimarães / Foto: © iStock

Olá! Clique em um dos nossos representantes abaixo para ter atendimento online.

Atendimento Online pelo WhatsApp