Mês(s): abril 2019

abr05

Jovem alagoana pediu ajuda para carioca por Facebook.
Eles participavam de projeto em comum e se viram 4 vezes antes de casar.

Encontrar a cara-metade nem sempre é uma tarefa fácil. Há quem diga que o grande amor está no trabalho, na vizinhança ou na faculdade. Mas, e quando ele está em uma rede social? Foi assim que a jovem alagoana Raphaela Queiroz, 21, conheceu o carioca Demóstenes Ramos, 23.

Em dois meses de namoro virtual, Ramos viajou para Maceió e pediu Raphaela em casamento (Foto: Arquivo Pessoal)

A distância de mais de dois mil quilômetros não foi empecilho para o casal que se viu apenas quatro vezes antes de casar. “Nunca tive nenhuma experiência em relacionamento à distância. Nunca imaginei em um dia me casar com uma pessoa que havia conhecido pelo Facebook”, disse Ramos.

Não é novidade que o advento da tecnologia possibilitou que pessoas de diversos lugares do mundo se relacionem.

Um estudo da organização americana Pew Research Center, feito em 2006, mostra que 10 milhões de usuários de internet se dizem solteiros e estão à procura de parceiros românticos.

Destes, 74% disseram ter usado a rede de uma forma ou outra para promover seus interesses românticos. Ainda segundo a pesquisa, cerca de 30 milhões de pessoas dizem que conhecem alguém que tem ou teve um relacionamento de longo prazo ou que casaram com alguém que conheceram on-line.

De acordo com o consultor de tecnologia Valdick Sales, o relacionamento virtual tem sido cada vez mais comum e é uma das melhores maneiras de se relacionar.

Ela não imaginava que eu fosse tão alto e nem eu que ela fosse tão pequena.Demóstenes Ramos, 23

“No ambiente virtual, as pessoas primeiro conhecem as outras como elas são. Ou seja, ela conhece a pessoa primeiro para depois se relacionar. É mais seguro do que conhecer alguém em uma balada, onde o casal se envolve primeiro e depois é que se conhecem”, opinou.

Além da internet, foi a música que dissolveu as fronteiras e aproximou a universitária Raphaela e o publicitário Ramos. Os dois participavam de um projeto social em comum, que existe em todos os estados do Brasil, e Raphaela precisava de uma música do projeto para um evento.

“Procurei ele e outros integrantes para saber se tinham a música que eu precisava. Mas o Demóstenes foi o único a me ajudar. Ele não tinha a música, mas ficou procurando junto comigo até eu achar. Pediu meu telefone para me avisar caso encontrasse e me ligou no mesmo dia para puxar assunto”, contou Raphaela.

A partir de então, as trocas de fotos, videochamadas e as longas conversas por telefone e redes sociais passaram a ser constantes na vida do casal. Para que o relacionamento desse certo, eles decidiram que a sinceridade e confiança seriam fundamentais.

“Eu e Raphaela conversávamos todos os dias por horas, no início é complicado, pois na mente fica um conflito em acreditar ou não, mas passei a acreditar em suas palavras. Expusemos nossas qualidades e principalmente os defeitos, e nos comprometemos a fazer dar certo, confiando um no outro”, disse Ramos.

A primeira vez que o casal se viu, percebeu uma diferença gritante, que não era possível perceber em fotos ou vídeos. Raphaela tinha 1,53 metros de altura e Ramos 1,91. Além de alto, ele era forte e ela, magra.

“Nossa diferença de altura e porte físico era bastante acentuada. Sabíamos da diferença, mas não imaginávamos que fosse tanta, afinal esse tipo de detalhe não dá pra ter muita noção nas fotos”, afirmou Ramos.

O casal se viu após dois meses de namoro à distância. E, o amor foi tanto que Ramos já viajou com as alianças para pedir Raphaela em noivado.

Segundo ele, não fazia muito sentido namorar à distância por muito tempo, já havia dentro dos dois uma convicção do que queriam, mesmo parecendo precipitado para muitas pessoas.

“Sempre fui uma pessoa de atitude, e quando descobri que realmente estava não apenas gostando, mas aprendendo a amá-la, logo a pedi em noivado, comprei minha passagem e fui ao seu encontro com o par de alianças na minha bagagem. Minhas atitudes e confiança fizeram com que ela aceitasse. Eu confiei nessa relação por nós dois”, relembrou.

Mas como nem tudo é um mar de rosas, as dificuldades vieram. Segundo Ramos, conquistar os avós da Raphaela foi muito difícil. Porém, o desejo de ficarem juntos foi mais forte.

“Lembro no primeiro dia que fui a casa dela, parecia um julgamento onde eu era o réu, ela a vítima e os avós dela os juízes. Mas, por fim, mostrei quem eu era de fato, e hoje eles me têm como um filho”, contou.

“Os meus avós pensavam que ele poderia ser tudo (estuprador, assassino, falsário) por causa das notícias que a mídia conta sobre esse tipo de relacionamento. Meu avô, que é do interior e nunca teve contato direto com a internet, só acreditou que nós iríamos casar na semana do casamento”, completa Raphaela.

Depois da primeira etapa vencida, a saudade passou a ser outra pedra no caminho do casal. “Sempre que podia, a cada três ou seis meses ia visitá-la. Mas foram tempos complicados. A pior parte é quando ela tinha que me deixar no aeroporto, onde a despedida era uma tortura, parecia um sonho ruim na hora de partir”, relatou Ramos.

O casal ficou noivo durante um ano e três meses e a quinta vez que se viram já foi no casamento. Eles estão casados há um ano e cinco meses e a jovem foi morar no Rio de Janeiro.

Segundo Valdick Sales, apesar de muitos relacionamentos via redes sociais darem certo, é necessário ter alguns cuidados na hora de conhecer alguém.

É importante lembrar que o ambiente virtual é uma réplica da sociedade, onde existem pessoas boas e más.

“A pessoa tem que estar atenta às normas do ambiente. Se conheceu alguém, deve marcar o encontro em local público, pois é mais seguro”, alerta.

O consultor também aconselha que é bom conhecer os amigos do pretendente. “Se a pessoa estiver bem intencionada, vai querer que você conheça os amigos dele. Outra coisa fundamental é os pais saberem quem é a pessoa. Para a segurança, todo mundo tem que estar sabendo dessa relação via tecnologia”, completa.

Fonte: Do G1 AL / (Foto: Arquivo Pessoal)

Olá! Clique em um dos nossos representantes abaixo para ter atendimento online.

Atendimento Online pelo WhatsApp