Mês(s): setembro 2019

set12



O chamado ‘quarto morto’ varia de casal para casal, mas relacionamentos com sexo menos de seis vezes por ano já se encaixam nesta categoria

Para solucionar o problema, a especialista indica uma solução simples: conversar.  No início do casamento, o casal ainda está na fase de lua de mel, com vida sexual agitada. Conforme o tempo passa e o relacionamento evolui, o ritmo vai caindo. A chegada dos filhos e o excesso de trabalho costumam ser alguns dos fatores responsáveis pela diminuição da frequência. Quem determina a quantidade adequada do sexo é o próprio casal: para alguns, sexo uma vez por semana já é pouco. Para outros, manter relação sexual com o parceiro (ou parceira) apenas uma vez por mês pode ser problemático. Será que existe um padrão que ajude a determinar quando um casal está numa situação ruim? Clinicamente, uma medida preocupante é quando um casal faz sexo menos de seis vezes por ano, segundo explicou a terapeuta sexual Holly Richmond à revista Health.

Para inúmeros casais esse valor ainda é alto. De acordo com a especialista, no site Reddit, por exemplo, existe uma comunidade, a Quarto Morto, cujos mais de 165 000 membros se veem em situações em que o sexo acontece uma vez por ano – às vezes menos.

Para solucionar o problema, a especialista indica uma solução simples: conversar. Falar abertamente sobre o assunto é a melhor forma de tentar dar nova vida à conexão física e emocional que existia antes da rotina se estabelecer.

Por que isso acontece?

Para Holly, é normal que a essência do relacionamento altere com o tempo e o sexo aconteça com menos frequência. No entanto, para evitar que se entre na fase de “quarto morto” é preciso que o casal mantenha a chama da paixão acesa.

Fonte: Veja / Foto: ( iStock/Getty Images)

Olá! Clique em um dos nossos representantes abaixo para ter atendimento online.

Atendimento Online pelo WhatsApp